Bárbara Lemos
Follow me

? CORRENTE DE ENERGIA POSITIVA ?

? CORRENTE DE ENERGIA POSITIVA ?

Este é um texto que eu não queria escrever, estas não são as palavras que eu queria dizer… mas na impossibilidade de responder a cada um em particular, deixo aqui o meu testemunho ?

Lutamos tanto desde que a nossa Rafinha nasceu para que conseguisse superar todas as expectativas, que contrariasse o prognóstico do diagnóstico que lhe foi dado, e conseguiu surpreender tudo e todos…

Lutamos tanto para conseguir proporcionar ainda melhores condições à nossa Rafinha e graças a TANTA gente, a muitos de vocês, conseguimos oferecer o tratamento intensivo que tanto ansiávamos…

Mas tudo mudou…

Uma gastroenterite conseguiu levar a nossa menina para a cama de um hospital, sem conseguir andar, sentar-se ou até segurar a cabecinha. Tudo o que tínhamos conseguido, todo o trabalho feito, tinha desaparecido…

A Rafinha foi transferida do hospital de Guimarães para o Hospital Pediátrico de Coimbra e foi quando entramos, quando vi a cara dos médicos que percebi que eu não tinha exagerado e que afinal eu infelizmente mais uma vez tinha razão: era grave. Não foi preciso me dizerem nada, desta vez a cara de todos eles foi bem explícita e não conseguiram esconder.. e pronto, cá estamos numa luta tremenda para tentar descobrir o que se passa mas não está fácil. A equipa médica tem sido incansável e fantástica, mas ainda é cedo para conseguimos saber o que se passa ao certo. Estamos em exames, acertos de medicação, introdução de fármacos novos mas ainda não obtivemos a resposta que tanto ansiamos…

Sinto-me impotente.. sinto-me a pior mãe do mundo por ver a minha filha a sofrer e não conseguir fazer nada… não consigo parar de chorar ? como é possível uma bebé passar por tantas provações? Porque não aconteceu antes a mim? Dava a minha vida para que ela estivesse bem, para que não passasse por este sofrimento… e se eu na terça feira tivesse dado um murro na mesa quando a médica me mandou embora? Será que não tinhamos chegado a este ponto? Culpo-me a cada segundo que passa… tento dar o meu melhor e não vou desistir nunca. Se tivermos de recomeçar do zero, se tivermos de lutar para que a Rafinha volte a ser a nossa Rafinha, vou lutar ainda com mais força.. mas com muitas lágrimas e com uma revolta gigantesca dentro de mim… NÃO É JUSTO!!

A única coisa que posso pedir é que a equipa médica não desista da minha menina, porque eu não vou desistir nunca.. e que vocês façam uma corrente de energia gigantesca para que a Rafinha consiga ultrapassar mais este obstáculo… já sei que o que vou dizer é polémico, e espero que respeitem a minha opinião e que não se ponham com críticas, mas não peço para rezarem, estou muito zangada, prefiro que acendam uma velinha a uma estrela especial à vossa escolha… e que torçam muito pela minha bebé, a nossa princesa sorridente ?

No Comments

Post A Comment