Bárbara Lemos
Follow me

A FISIOTERAPIA E A HIDROTERAPIA

A FISIOTERAPIA E A HIDROTERAPIA

Desde os 9 meses que a Rafaela é acompanhada na fisioterapia. Se inicialmente fazia 2 sessões semanais no hospital pediátrico, com a evolução e os bons resultados fomos reforçando esta terapia chegando a ter 4 sessões semanais de fisioterapia numa semana normal. Nesta fase e depois de de 2 internamentos, e com muita alteração da medicação e perturbação das noites, faz neste momento 2 sessões semanais de fisioterapia na Caritas de Coimbra com a fisioterapeuta Cristina Graça, e estamos TAO SATISFEITOS com os resultados. Faz ainda hidroterapia, que é a grande paixão da Rafinha, a água.

Quando perguntamos à Rafa se quer à fisioterapia, ela diz logo “Não”. Mas não diz que não por não gostar da terapeuta porque, pelo contrário, adora-a. Mas porque sabe que lhe vai custar, vai ser bastante alongada, vai trabalhar abdominais, vai fazer 15min ou mais de passadeira com pesos nas pernas… enfim, enquanto qualquer criança dita normal está no colégio a brincar, a Rafinha está a “trabalhar como gente grande”. Mas é uma verdadeira lutadora…

Citando as palavras da Fisioterapeuta C.:

A Rafaela é acompanhada à Fisioterapia quer pelo pai quer pela mãe. O primeiro largar do colinho é sempre difícil. Mas é natural….é uma criança …e por mais apelativas que tentemos tornar as sessões de Fisioterapia, a verdade é que o lugar de uma criança não deveria ser ali.

Mas rapidamente a lágrima é substituída por um sorriso que ilumina….a Rafaela é uma menina que transborda doçura e alegria. 

Acompanho a Rafaela em dois espaços distintos….em sala de fisioterapia e em meio aquático.

Obviamente que a intervenção e as estratégias são diferentes mas com objetivos comum: fortalecimento muscular global, melhoria da mobilidade global, melhor controlo motor de forma a potenciar o desenvolvimento motor da Rafaela e permitindo maior autonomia na realização de atividades.

Na sala de Fisioterapia trabalhamos com rolos, bolas, rampas, bosu, trampolim, passadeira e muitos brinquedos. Trabalhamos o vestir e o despir de forma autónoma, as mudanças de diferentes posições com maior mobilidade e segurança e com menor esforço, o fortalecimento muscular dos membros, dos abdominais e da musculatura da cintura pélvica e treinamos a marcha para a frente, de lado e para trás na passadeira corrigindo algumas “batotas” que a Rafaela faz quando anda sozinha e que tornam a forma como anda instável e pouco segura. Por vezes tenho de usar também uma estratégia mais visual, o tablet, com as suas músicas preferidas. Esta estratégia permite que a Rafaela fique mais calma e mais atenta mas não pode ser mantida continuadamente pois quero que se foque ativamente nos exercícios que vou propondo.

Na piscina a alegria é redobrada….esta menina adora água. A riqueza sensorial da água aquecida e a liberdade de movimentos que este meio permite torna-o num local singular para trabalhar com crianças. Aqui a Rafaela experiencia e executa movimentos que não consegue realizar tão facilmente fora de água. Trabalhamos em termos de fortalecimento muscular, coordenação e controlo de movimento de uma forma lúdica. 

A Rafaela é uma menina colaborante na maioria das sessões de Fisioterapia…..ainda se cansa facilmente com algumas atividades e às vezes até tenta desistir…mas com um pouco de imaginação, brincadeira e muitas canções conseguimos sempre um balanço positivo do nosso trabalho.

É tão gratificante ver o carinho mútuo entre as 2, fisioterapeuta e Rafinha, e ver o empenho e dedicação com a nossa pestinha. Muito obrigada, de coração. Nos próximos tempos vai interromper porque vai para o intensivo em Braga com a também fantástica fisioterapeuta Adriana (e vem de lá com a pronúncia do norte aposto) mas vai regressar ainda melhor e com mais vontade de trabalhar… É graças a este trabalho e à sinergia entre todos os profissionais que a minha princesa tem conseguido alcançar TANTAS conquistas..

Termino com estas 2 frases que a terapeuta Cristina nos enviou:

“O impossível existe até que alguém duvide dele e prove o contrário” Albert Einstein

“Deixe as suas esperanças e não as suas dores moldarem o seu futuro” Robert H. Schiller

No Comments

Post A Comment