Bárbara Lemos
Follow me

Mais um dia mau… mas melhores virão 🌟

Mais um dia mau… mas melhores virão 🌟

Quando temos a “sorte” contra nós, não há praticamente nada a fazer. Vamos-nos render? Claro que não.. mas há dias que são difíceis de aceitar.

Graças a um gigantesco apoio, conseguimos que a nossa bebé fizesse o ciclo intensivo de reabilitação em Braga. Foi algo que sempre desejamos e era muito importante para a nossa pequenina. Iniciou logo no dia 03 de Setembro; no entanto, logo no primeiro fim de semana teve uma gastroenterite tão grave, que a impediu de frequentar na segunda, só regressando na terça. O resto da semana correu super bem, com progressos maravilhosos, mas no fim de semana o pior voltou a acontecer: novos episódios de vómitos e diarreia intensa. Voltou a não ir na segunda (ontem) e regressou hoje mas não aguentou.. tivemos de interromper a reabilitação… a Rafinha não consegue estar sentada, não segura o pescoço, não consegue andar, está muito debilitada. Nos últimos dias ainda ia comendo alguma coisa mas hoje foi recusa total de alimentação. Está fraca, sem forças, febre (apesar de baixa) e obrigou-nos a ir para as urgências do Hospital. A minha filha não se segura sequer sentada, contei todo o historial médico, expliquei que já vem com estes episódios há mais de 10 dias (com a interrupção pelo meio) mas infelizmente a médica simplesmente não valorizou..

– será que eu tenho escrito na testa “exagerada”, “hipocondríaca”?
– porque será que nunca nenhum médico acredita em mim?

Viemos embora com um probiótico receitado, voltei a por a minha filha na cama e resta-me aguardar… quando questionei a médica sobre a apatia da minha filha, sobre a falta de força e o facto de não conseguir sequer estar sentada, e de não dar praticamente 1 passo há 3 dias, a médica desvalorizou dando a entender que ela estava assim por causa da sua condição neurológica. De nada adiantou eu dizer que a minha filha já se sentava, já andava, NADA…

Se vou deixar a minha filha continuar assim? Claro que não.. agora vou deixá-la descansar e depois vemos a melhor solução..

Estou cansada psicologicamente da teoria que agora há entre os médicos que acham os pais uns exagerados e que não valorizam nada que os pais dizem.. desde que a minha bebé nasceu que assim o é..

E agora, o que vem nos próximos dias? Não poderá voltar à reabilitação enquanto não se restabelecer, resta-nos esperar que seja o mais rápido possível e que possa concluir este primeiro ciclo, caso contrário temos de adiá-lo! Caramba, nada nos corre bem 😭 a sensação de impotência e frustração que sinto é enorme, ver a minha bebé assim e não poder ajudá-la dói muito… tínhamos tantos planos para estes dias para ela 😭

Hoje foi mais um dia mau na nossa luta, mas não vamos baixar os braços… o dia terminou com as minhas 2 princesas abracadinhas a dormir, a Rafinha só queria o mimo da irmã e é nisso que tenho de me agarrar, na nossa união, no nosso amor ❤️

No Comments

Post A Comment